ANTÓNIO MANUEL DA FONSECA (1796-1890), pintor

 
 
Apresentação
BIOGRAFIA
Análises
Obra teórica
Obra artística
Obra pública
Exposições individuais
Exposições colectivas
Ensino artístico
Bibliografia

 

 

1796

António Manuel da Fonseca nasceu em Lisboa, no dia 27 de Setembro. Aprendeu Pintura com o seu pai, João Tomás da Fonseca, professor de Pintura de História na Escola dos Caetanos, e com Joaquim Manuel da Rocha.
 

1822

Participou na decoração do palácio do Barão de Quintela, na Quinta das Laranjeiras.
 

1826 - 1836

Considerado já um artista de renome, durante este tempo esteve em Roma custeado pelo Barão de Quintela. Aí adquiriu notoriedade como copista.
 

1835

Veio a Lisboa mostrar o trabalho desenvolvido em Roma naquela que terá sido provavelmente, segundo José-Augusto França (1974), a primeira exposição pública individual de Pintura em Portugal.
 

1836

Foi nomeado professor de Pintura de História da Academia de Belas Artes onde fez uma longa carreira docente.
 

1839 - 1840

Regressa a Roma a fim de copiar a Transfiguração de Rafael.
 

1843

Pinta Eneias salvando seu pai, Anquises, do incêndio de Tróia, uma tela exibida na exposição da Academia em 1843 no Convento de Mafra.
 

1878

Executa o restauro do Rapto das Sabinas na Quinta das Laranjeiras.
 

1890

Faleceu em Lisboa no dia 4 de Outubro.